Autor do Mês - Manuel da Fonseca

Nascido a 15 de outubro de 1911 em Santiago do Cacém, Manuel Lopes Ferreira Fonseca, foi um escritor, poeta, cronista e romancista português, é considerado um dos maiores expoentes do neo-realismo literário português. Após a passagem da infância na sua terra natal, prossegue os estudos liceais em Lisboa, no Colégio Vasco da Gama, Liceu Camões, Escola Lusitânia até entrar no ensino universitário, na Escola de Belas Artes. Apesar de não ter vingado nas belas artes, o seu traço encontra-se registado nos retratos que foi fazendo dos seus companheiros de tertúlias lisboetas, como é foi o caso, do escritor José Cardoso Pires.

Manuel da Fonseca teve sempre uma forte ligação ao Alentejo e voltava sempre que podia, o que é visível nas sua obras literárias, que são carregadas de intervenção social e política, relatando a vida dura do Alentejo e dos alentejanos. Só mais tarde introduz espaços novos, nomeadamente a cidade de Lisboa, a partir da sua obra “Um Anjo no Trapézio”

O escritor foi também um ativista político durante toda a sua vida, tendo sido um membro do Partido Comunista Português, empenhado e ativo, especialmente durante o tempo da ditadura e no período do 25 de abril de 1974 e dos primeiros tempos de democracia.

Trabalhou em muitas áreas profissionais diferenciadas, do comércio, à indústria passando pela publicidade, jornalismo, entre outras como forma de subsistir.

Fez parte do grupo de autores do neo-realismo e do Novo Cancioneiro.

No tempo da ditadura foi preso pela polícia política do regime, com outros membros da Sociedade Portuguesa de Escritores, à qual pertencia, por terem atribuído o Grande Prémio de Novelística a José Luandino Vieira pela sua obra Luuanda, tendo permanecido algum tempo na prisão política de Caxias (Lisboa).

A 25 de outubro de 1983, foi agraciado com o grau de Comendador da Ordem Militar de Sant’lago da Espada.

Vem a falecer no dia 11 de março de 1993 em Lisboa, tendo o seu velório decorrido na Casa do Alentejo.

Em sua homenagem uma Escola e duas Bibliotecas Municipais adotam-no como patrono, a Escola Secundária Manuel da Fonseca (Santiago do Cacém), as Bibliotecas do Município de Santiago do Cacém e de Castro Verde no seu querido Alentejo.

Monografias do autor na Biblioteca Municipal:

https://bibliotecas-backoffice.constancia.pt/cgi-bin/koha/catalogue/search.pl?idx=kw&q=manuel+da+fonseca%25&op=and&idx=kw&q=&op=and&idx=kw&q=&limit-yr=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=&limit=BMAO&multibranchlimit=&sort_by=relevance

 


Eventos

janeiro 2021
Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31